A culpa é da internet!

A favorita

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2012 | 03h09

Detectada em 38% das intenções de voto em São Paulo, a rejeição a José Serra pode derrotá-lo já no primeiro turno.

Amnésia

Os EUA são mesmo um país sem memória! Hillary Clinton esqueceu do Afeganistão ao se perguntar após o assassinato do embaixador americano na Líbia "como isso pôde ter acontecido em um país que nós ajudamos a libertar, que ajudamos a ser salvo da destruição"?

Talento inativo

Por mais que digam que jogar futebol é igual a andar de bicicleta, será que o Ganso não corre o risco de esquecer como se pratica o esporte? Parece que, depois de um certo tempo parado, Kaká ficou com uma vaga lembrança da coisa!

Vizinha ambiciosa

Se já não engolia a reeleição de FHC, imagina só o que Dilma Rousseff deve estar pensando sobre a reforma constitucional articulada na Argentina para possibilitar um terceiro mandato de Cristina Kirchner!

Filosofia de vida

Do ministro Luiz Fux, na formulação de seu voto sobre lavagem de dinheiro no julgamento do mensalão: "Quem tem enfarte não manda beijo e quem manda beijo não tem enfarte." Pense nisso!

Dúvida cruel

Entreouvido em encontro de casal num barzinho da Vila Madalena, após uma semana nesse chove não molha que marca o fim da estiagem em São Paulo: "Choveu pra você, meu bem?"

Alguém podia ao menos tentar explicar aos muçulmanos que tem maluco em todo lugar, inclusive nos Estados Unidos. Se continuarem invadindo embaixadas americanas toda vez que um infeliz falar ou fizer uma estupidez qualquer na Califórnia, capaz de faltar pedra no mundo islâmico para um ou outro diplomata que se demore a regressar a Washington.

Os ianques, cá pra nós, desta vez não têm culpa nenhuma pelo princípio de fim do mundo em curso!

O cinema também é inocente! O idiota que fez o tal filme de quinta categoria ridicularizando Maomé estaria hoje decerto falando sozinho entre as autopistas de Los Angeles, sem público para encher meia sessão privê em Hollywood, não fosse a droga do YouTube.

A culpa, pra variar, em última instância é da internet! Não fosse sua inigualável capacidade de dar visibilidade ao que não merece atenção, o antiamericanismo estaria quieto no seu canto sem despertar o medo que todo ocidental tem de tomar uma pedrada por engano.

O lado bom das redes sociais é, paradoxalmente, a possibilidade de troca de ofensas sem riscos à integridade física de ninguém. Mas precisa, antes de tudo, combinar a brincadeira com os irmãos do Islã.

Não se faz!

Que diabos Luciano Huck tem particularmente contra Tom Jobim e Vinicius de Moraes? Depois de Mike Tyson, o apresentador botou Pamela Anderson para cantar Garota de Ipanema em seu Caldeirão das tardes de sábado, na Globo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.