A convivência no trânsito melhorará com a punição?

Sim A primeira coisa que tem de ser feita pela Prefeitura é a conscientização, tanto de motoristas quanto de ciclistas. Após esse trabalho, a aplicação de multas aos motoristas que desrespeitarem os ciclistas pode melhorar, sim, a convivência, porque a infração vai chamar a atenção para a questão.

O Estado de S.Paulo

06 Abril 2012 | 03h02

A partir do momento em que as multas começam a ser aplicadas, as pessoas passam a respeitar. Como há presunção da veracidade das punições, acho que será difícil que consigam derrubá-las por meio de recursos administrativos. O que eventualmente poderá acontecer é de as pessoas entrarem na Justiça questionando a multa. No entanto, pelo valor da infração e pelo transtorno, não acredito que ocorra.

NãoMultar o motorista por um artigo genérico do Código de Trânsito Brasileiro não vai melhorar a convivência com os ciclistas. Além de prematura, a decisão parece só mais um modo de aumentar a arrecadação da Prefeitura. O artigo "dirigir sem atenção..." é abstrato e não dá chance de defesa ao motorista. Haverá uma enxurrada de recursos administrativos e quem multar terá de explicar como fez a avaliação.

Em São Paulo, onde o motorista consegue andar longe do ciclista? Deveria haver faixas destinadas exclusivamente a eles. O que vai melhorar a convivência nas ruas é uma campanha educativa. Porque o motorista sabe das obrigações dele, mas os ciclistas não sabem das deles.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.