HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO
HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO

A cada um segundo, 15 animais morrem nas rodovias brasileiras

Levantamento aponta que, por ano, os atropelamentos matam 475 milhões de bichos no Brasil

Rene Moreira, especial para O Estado

10 de abril de 2018 | 11h04

Correções: 16/01/2020 | 19h04

FRANCA - A cada um segundo, quinze animais morrem atropelados nas rodovias brasileiras. Levantamento do Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE) aponta ainda que, por ano, cerca de 475 milhões de bichos perdem a vida dessa maneira.

Segundo o estudo, os pequenos vertebrados, como sapos, cobras e aves, são as principais vítimas, representando quase 90% das mortes por atropelamento. Para os especialistas, a redução das florestas com a expansão desenfreada das cidades é a principal responsável por esse cenário.

+++ Polícia apreende mais de 160 aves silvestres em estradas de SP

Segundo o biólogo Giuseppe Puorto, do Conselho Regional de Biologia da 1ª Região (SP, MT e MS), esse avanço interrompe as rotas utilizadas pelos animais. "Em busca de alimentos, muitos acabam indo para além de seu habitat e chegam às áreas urbanas, onde se submetem a esse e outros riscos", explica.

Ele conta que outro problema são as queimadas, que afugentam os bichos das matas. "Por instinto de sobrevivência, eles fogem para onde podem", completa.

Números da Polícia Rodoviária Federal apontam que em 2017 foram 2,6 mil acidentes envolvendo animais na pista, dos quais 434 foram graves, com 103 mortes de pessoas - isso apenas em estradas federais. Muitos desses casos foram causados por animais de grande porte, como cavalos e vacas.

+++ MP cobra concessionárias por morte de animais em rodovias

São Paulo

A Artesp (Agência de Transporte de São Paulo) e as 22 concessionárias de rodovias participam neste mês da campanha "Seja um Tutor Responsável", promovida pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente. 

O objetivo é reduzir o abandono de animais nas estradas paulistas, que tiveram no ano passado 12.541 cachorros e 2.727 gatos atropelados. Como parte da iniciativa, mensagens de orientação são exibidas nos 274 painéis eletrônicos espalhados pelos 8,3 mil quilômetros de rodovias concedidas do Estado. 


 

Correções
16/01/2020 | 19h04

Diferentemente do que afirmava o título da reportagem, a cada um segundo morrem 15 animais atropelados nas estradas, e não um animal a cada 15 segundos. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.