A 36 metros do chão, pianista voador roubou a cena na Virada

Depois de fazer 4 recitais içado na Praça Ramos, Ricardo Peres ontem passou o dia atendendo a telefonemas de parabéns

Edison Veiga, O Estado de S.Paulo

18 de maio de 2010 | 00h00

Há dois meses, a organização da Virada Cultural ligou para o pianista Ricardo Peres. "Eles tinham uma ideia sensacional e precisavam de um maluco para executá-la", recorda-se o artista. "Topei na hora, claro."

E foi assim que, aos 44 anos, esse pianista paulistano protagonizou uma das cenas mais surreais da sexta edição do evento que entrou de vez para o calendário cultural da cidade. Em quatro sessões de 15 minutos - todas no domingo (0h15, 3h30, 11h e 17h) - um guindaste o içou a 36 metros do solo, na Praça Ramos de Azevedo, Vale do Anhangabaú, centro de São Paulo.

Ali, pertinho do Teatro Municipal - templo histórico da erudição -, "observado" por uma multidão e pelas estátuas do Monumento a Carlos Gomes, o célebre maestro, Peres dedilhou Chopin, Nazareth e Piazzolla.

"Uma metáfora muito significativa", comenta. "Invertemos a lógica burguesa de produzir arte ao mudarmos a perspectiva de baixo para cima." Algum medo de altura? "Confesso que não pensei nisso. Com o piano afinado eu me fecho em concentração. Aquele é meu mundo", diz.

Ainda eufórico com a repercussão do feito, Peres já está focando sua próxima apresentação - será no Teatro do Sesi (Avenida Paulista, 1.313), de graça, ao meio-dia de 6 de junho. Dessa vez, com os pés no chão. "Mas meu grande desejo é transformar a apresentação voadora em um novo modelo. Quero mobilizar a música e levar tudo junto", antecipa.

Ontem, entretanto, sua rotina de estudos e ensaios foi bastante atrapalhada. "O telefone pulava fora do gancho", exagera. "Até amigos do exterior me ligaram, tamanha a repercussão da apresentação." Pelo visto, o "maluco" que a Virada precisava cumpriu seu louco papel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.