Divulgação
Divulgação

9 atividades para fazer ao ar livre e de graça em São Paulo

De passeios de bicicleta até oficinas de arqueologia, não faltam opções para quem quer aproveitar a trégua do calor e curtir os parques e as praças da cidade

Marília Marasciulo, O Estado de S. Paulo

05 de março de 2015 | 21h18

Passeios de bicicleta, teatro, ioga, leitura no parque e até oficinas de arqueologia. Há várias atividades ao ar livre em São Paulo -- e o melhor, grátis -- para quem cansou do ar condicionado de shoppings ou quer dar uma variada na rotina. Aproveite que o verão está acabando e o calor deu trégua para experimentar um destes passeios.




1. Bike Tour SP

O Bike Tour é um tour com quatro rotas pela cidade: centro histórico, Avenida Paulista, Ibirapuera e Faria Lima. É formado por grupos de até dez pessoas, que pedalam acompanhados por um monitor e equipamento de áudio no capacete, que traz informações sobre os pontos turísticos em português e inglês. Cada passeio dura uma hora, sempre aos fins de semana e em cinco horários diferentes. Para participar, basta se inscrever pelo site e doar 2 quilos de alimento não perecível, revertidos ao Núcleo Assistencial Bezerra de Menezes.

 

2. Teatro na janela

Domingo, dia 8, às 16h, é a última oportunidade para você conferir a peça do grupo de teatro Esparrama, apresentada na janela de um prédio em frente ao Minhocão, entre o metrô Santa Cecília e a Rua da Consolação (haverá sinalização indicando o local). Nela, um artista cria uma instalação que transforma o edifício em um instrumento musical gigante. Em caso de chuva, o espetáculo será cancelado.

 

3. Ioga ao Ar Livre

O projeto “Ioga ao Ar Livre” surgiu em 2012, quando um grupo de praticantes de ioga resolveu se reunir para se exercitar em parques da cidade. Atualmente, foi transformado também em um grupo do Facebook, no qual os participantes trocam informações e organizam encontros. Todo domingo, há aulas gratuitas no Parque da Juventude (ao lado do metrô Carandiru), às 10h. Para acompanhar a programação e os encontros, vale ficar ligado no grupo do Facebook.

4. Para ler no parque

O Parque da Água Branca, que fica perto da estação Barra Funda, tem um  espaço de leitura com livros para consulta no local. São nove quiosques com poesia e literatura brasileira e estrangeira, infanto-juvenil, artes, revistas, jornais e gibis. O local abre de terça a domingo. Aos sábados, há oficinas culturais, e aos domingos há feira de troca de livros e apresentações musicais, teatrais, circenses e saraus. A programação completa está no site.

 5. Arqueologia do Espaço

A ideia dos encontros é estimular os participantes a descobrirem a história dos espaços habitados por antigos moradores da capital, em oficinas ministradas por educadores patrimoniais nas casas históricas que formam o Museu da Cidade de São Paulo. O público vai explorar as construções e seus entornos. O primeiro encontro ocorre dia 14, às 14h, na Casa do Grito (Parque da Independência, Ipiranga). O segundo, no dia 21, no mesmo horário, na Rua Nadra Raffoul Mokodsi, 3, Jabaquara (próximo ao metrô Jabaquara). Mais informações pelos telefones 2068-0032 e 5011-7233. 

6. Chorinho na Praça

Para quem curte música, todos os sábados, das 14h30 às 18h30, há apresentação gratuita de chorinho na Praça Benedito Calixto, em Pinheiros. No mesmo dia, ocorre uma feira de artesanatos e antiguidades -- se você só olhar, é grátis.

7. Cinema e esportes na Praça

A Praça Victor Civita, em Pinheiros, tem uma programação intensa de atividades. Toda quinta-feira, às 20h, clássicos do cinema são exibidos no palco da praça, que tem uma  arquibancada com capacidade para 290 pessoas. Neste mês, ainda dá para ver Tubarão (12/03), De Volta Para o Futuro (19/03) e Os Goonies (26/03). Há também distribuição de pipoca. Diariamente, é possível praticar diversos esportes, como pilates, ioga e Tai-chi-chuan. As inscrições podem ser feitas no local, diretamente com o professor, e há limite de 50 vagas por modalidade. Veja horários e mais informações aqui.

8. Exposição de artista chilena

E, já que o tema é atividades ao ar livre, por que não ver uma exposição de obras com o tema “frescor” em um passeio pelas ruas da zona sul da cidade? A chilena Nicole Tijoux apresenta 14 obras em diferentes pontos na região de Santo Amaro, em uma mostra que vai até o dia 31 de março. Elas estão nos seguintes locais: Praça Augusto Tortorello de Araújo, Praça Marcos Manzini, canteiro central da Avenida Interlagos (altura do número 4300), Praça Ruy de Amorim Cortez, Praça Salvador Strano, Avenida Roque Petroni Junior (em frente ao Shopping Morumbi), canteiro central da Avenida Washington Luís (em frente ao Aeroporto de Congonhas), canteiro entre a Avenida Washington Luís e Avenida Nossa Senhora do Sabará, Praça Dona Benta Vieira, canteiro de retorno da Avenida Mário Villas Boas Rodrigues, Praça Embaixador Cyro e Freitas Valle, canteiro central da Avenida Roberto Marinho, canteiro central da Avenida Dr. Chucri Zaidan, canteiro central da Avenida das Nações Unidas (próximo ao Shopping Morumbi).

9. Trilha no CienTec

Todo sábado, das 9h às 16h, é possível fazer uma trilha educativa no CienTec, parque de Ciência e Tecnologia da USP. Durante o trajeto em volta do lago, os participantes recebem informações sobre a natureza e meio ambiente. Também é possível conhecer laboratórios, salas de física e o planetário -- que está em reforma e deve reabrir na semana que vem. O CienTec fica dentro do Parque Estadual das Fontes do Ipiranga, conhecido como Parque do Estado, junto ao Jardim Botânico, na zona sul.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.