Divulgação
Divulgação

80 postos de saúde de SP abrem neste sábado para a vacinação contra a febre amarela

Algumas unidades devem funcionar até às 19 horas; para se imunizar, leve um documento de identificação e o Cartão SUS

Renata Okumura, O Estado de S.Paulo

21 Abril 2018 | 07h25

SÃO PAULO - Cerca de 80 unidades de saúde da capital paulista abrem neste sábado, 21, feriado de Tiradentes, para a vacinação contra a febre amarela. Para se imunizar, a pessoa deve levar o documento de identificação, Cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e, se tiver, a carteirinha de vacinação.

Os horários de funcionamento variam entre 7h e 14h, 8h e 17h, 7h e 19h e 8h e 14h.

+++ Quase 70% dos macacos mortos no Rio foram vítimas de violência humana

+++ Vacina fracionada feita no Brasil protege contra febre amarela em 98% dos casos, diz estudo

Até sexta-feira, 20, 6.416 pessoas se vacinaram na capital paulista. O número representa 54,9% do público-alvo. Até 30 de maio, quando está previsto o término da campanha, o objetivo da Prefeitura é imunizar 95% da população. Entre as regiões, a norte continua com a maior cobertura, com 85,7%, seguida da sul, com 66,9%, oeste, com 53,8%, leste, com 38,9%, sudeste, com 37,9%, e centro, menor índice do município, com 18,1%.

Confira aqui os postos de saúde que abrem neste sábado e os horários de funcionamento.

"A campanha está prevista para terminar em 30 de maio, mas ainda temos uma boa parcela da população que não se protegeu contra a febre amarela. Por isso, é importante que as pessoas que se enquadrem neste perfil procurem nossas unidades, já que a vacina é a principal ferramenta para evitar o aumento dos casos da doença", afirmou o secretário Municipal da Saúde, Wilson Pollara.

+++ Saguis são monitorados para mapear circulação da febre amarela

+++ Vírus da febre amarela começa a circular no litoral norte de SP

Desde março, a aplicação da dose acontece em todas as unidades de saúde de São Paulo e a Secretaria Municipal de Saúde recomenda a vacinação às pessoas que não se enquadram nos grupos de risco. 

+++ Vacinação contra gripe começa na segunda-feira em todo o País

+++ Morte de macacos põe região norte de SP em risco de reincidência de febre amarela

A vacina contra a febre amarela não é indicada para crianças menores de 9 meses de idade, gestantes, mulheres amamentando crianças com até 6 meses e pacientes com imunodepressão de qualquer natureza, com neoplasia (câncer), com HIV, em tratamento com drogas imunossupressoras (corticosteroides, quimioterapia, radioterapia, imunomoduladores) e submetidos a transplante de órgãos. Idosos também devem consultar o médico antes de se vacinar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.