8 ideias para exibir bons momentos

Entre as novidades, os painéis gigantes de fotos são destaque até na Casa Cor

Valéria França, O Estado de S.Paulo

28 de maio de 2011 | 00h00

Inspirada pela proximidade do Dia dos Namorados, a arquiteta Andréa Feltram, de 36 anos, resolveu exibir na parede da sala fotos de bons momentos de seu casamento, que já dura oito anos. A advogada Karina Spechoto, de 34, queria pendurar no quarto um retrato especial dela com o namorado. Mas as duas procuravam por projetos originais e descolados.

Hoje há muitas maneiras de organizar fotos e lembranças importantes. Há no mercado de tradicionais álbuns, agora em novas versões, até painéis gigantes.

Andréa achou um painel-escultura com três módulos de madeira da empresa italiana Skitsch (R$ 1.503). "Tirei as fotos da gaveta, decorei a sala e ainda compartilho as lembranças com as visitas."

Já Karina tinha receio de que a ideia de transformar sua foto numa espécie de pôster "ficasse brega". Uma amiga sugeriu que procurasse o ateliê de arte de Grace Knoblaush. "Ela sugeriu imprimir a foto sobre uma tela de pintura", conta Karina. O resultado foi um quadro de 1,5 metro de comprimento por 75 centímetros de largura (R$ 650, com moldura), que já está pendurado sobre o espaldar da cama. Detalhe: assim que a obra ficou pronta, ela foi pedida em casamento pelo namorado.

Fotos gigantes ampliadas em papel brilhante, coladas sobre a parede de uma suíte, estão em um projeto da arquiteta Brunete Fraccaroli para um jovem casal. "Os painéis voltaram com tudo, mas aconselho imprimir a imagem sobre tecido, que dá mobilidade à obra", diz Brunete. Um igual a esse, com 2 metros de altura por 5 de largura, sai por R$ 3 mil.

Na Casa Cor, a arquiteta Flávia Gerab usou um fino revisteiro de parede para apoiar grandes quadros fotográficos no espaço da Brigaderia.

Livro. Romântica é a proposta da empresa Era Uma vez...A Sua História. "Entrevistamos o cliente, escrevemos a história do casal e produzimos um livro personalizado com fotos ou ilustrações", diz a jornalista Sônia Pedrosa, uma das sócias. Um exemplar de 30 páginas, de 20 cm de altura e largura, em papel cuchê, sai por R$ 2.600. Já o livro-álbum padrão para o cliente completar custa R$ 80.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.