78% concordam com inelegibilidade de gestores

Em pesquisa de opinião feita pelo Ibope a pedido do Todos Pela Educação, 78% dos entrevistados disseram concordar que prefeitos ou governadores sejam proibidos de se candidatar por quatro anos caso os resultados na área da Educação piorem durante seu mandato. Entretanto, apenas 9% disseram que a inelegibilidade estaria em 1º lugar como medida prioritária que poderia ajudar a melhorar a situação da educação no Brasil.

Paulo Saldaña e Victor Vieira, O Estado de S.Paulo

09 Dezembro 2013 | 02h08

De acordo com a pesquisa, entre os que concordam com a responsabilização dos gestores, 53% concordam plenamente e 25% parcialmente. Os entrevistados com curso superior completo foram os que mostraram maior concordância (84%).

Em pergunta sobre as medidas prioritárias que podem ajudar a melhorar a situação da educação, 27% dos entrevistados apontaram para a necessidade de mais verbas para investimento. Depois, com 23%, apareceu a necessidade da fiscalização dos investimentos. Em seguida, 20% acreditam que é preciso melhorar a gestão e aplicação dos recursos financeiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.