64 já foram acusados por envolvimento no tráfico internacional

Foram ao menos seis denúncias separadas, a maior delas com 43 pessoas acusadas de associação criminosa e tráfico de drogas

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

04 de novembro de 2014 | 03h00

SÃO PAULO - De março até este mês, 64 pessoas já foram denunciadas à Justiça por envolvimento na rede de tráfico internacional de drogas desmontada em Santos. Foram ao menos seis denúncias separadas, a maior delas com 43 pessoas acusadas de associação criminosa e tráfico de drogas.

A Operação Oversea foi deflagrada no mesmo dia em que agentes da Polícia Federal da capital paulista iniciaram a Operação Hulk. Elas foram resultado de troca de informações entre os postos da PF, que mapearam rotas diferentes de transporte de drogas da Bolívia até Santos. 

Quando as operações foram deflagradas, a PF cumpriu 80 mandados de busca e apreensão e 46 de prisão preventiva. 

A operação havia sido a primeira em que pessoas que, segundo a polícia, tinham posto de chefia no Primeiro Comando da Capital (PCC) e envolvimento direto no trabalho de exportação de cocaína - não apenas o comércio atacadista do entorpecente no território nacional. 

O embarque das drogas era feito mediante aliciamento de funcionários de empresas que atuam no Porto de Santos. Os empregados acomodavam a cocaína em malas de viagem escondidas em contêineres. 

Tudo o que sabemos sobre:
PCCtráfico de drogasSantos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.