62 pinguins morrem, e praia é vistoriada

Segundo integrantes da Guarda Ambiental, a pesca predatória pode ter contribuído para as mortes, que vêm sendo registradas desde domingo

RIO, O Estado de S.Paulo

21 de agosto de 2013 | 02h02

Depois que 62 pinguins foram encontrados mortos na Praia do Forno, em Búzios, no litoral norte fluminense, fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente fizeram nessa terça-feira, 20, uma operação no local. Oito barcos de pesca foram apreendidos e um quiosque, interditado. A Praia do Forno fica no Parque Estadual da Costa do Sol, área de preservação permanente.

De acordo com integrantes da Guarda Ambiental, a pesca predatória pode ter contribuído para as mortes, que vêm sendo registradas desde domingo.

Oficialmente, a pesca é proibida na área de preservação, mas, na prática, não é o que ocorre. Alguns dos animais encontrados mortos estavam enrolados em redes de pesca.

Além dos 62 pinguins, a prefeitura de Búzios também registrou a morte de quatro tartarugas e duas aves no mesmo período.

Tudo o que sabemos sobre:
Pinguins

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.