6 de agosto de 2011

(Sorocaba) A gréve continúa, parecendo prolongar-se ainda por algum tempo, porque os patrões não cederão e os operários estão dispostos a não voltar ao serviço sem ganho de causa. Pela cidade correm subscripções em favor dos grevistas que não possuem meios de subsistências, e os operários também pretendem angariar recursos para alimentar a greve daqui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.