Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

5 mil vão a velório de estudantes mortos em acidente

Realizado no Ginásio Municipal de Borborema, interior de São Paulo, a Prefeitura estimou que há pelo menos 3 mil pessoas dentro do local e outras 2 mil na área externa

Felipe Resk , O Estado de S. Paulo

28 de outubro de 2014 | 18h47

O velório dos estudantes e professores da Escola Estadual Dom Gastão Liberal Pinto, mortos ontem à noite após colisão do ônibus que estavam e uma carreta, conta com  a presença de 5 mil pessoas. Realizado no Ginásio Municipal de Borborema, interior de São Paulo, a Prefeitura estimou que há pelo menos 3 mil pessoas dentro do local e outras 2 mil na área externa.

A quadra foi isolada por um cordão para que os familiares tivessem contato com as vítimas. Trabalhadores do colégio e vizinhos formaram fila atrás da linha para prestar condolências. O clima é de completa comoção. A cada entrada de um novo caixão, todos os presentes aplaudiam, se abraçavam e choravam.  

No início da cerimônia, por causa do calor, alguns presentes passaram mal. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ao menos quatro pessoas desmaiaram. Por isso, a prefeitura da cidade disponibilizou médicos, enfermeiros e psicólogos para prestar atendimento às famílias. 

"Foi uma tragédia. Os alunos foram até São Paulo para ter contato com o que há de interessante na cultura, e acontece uma coisa dessas", disse o prefeito de Borborema, Virgilio do Amaral Filho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.