45 mil veículos de depósitos vão para reciclagem

O governo do Estado de São Paulo obteve autorização na Justiça para reciclar 45.131 veículos apreendidos na capital paulista. Os carros que estão atualmente depositados em pátios poderão ser transformados em sucata. O material será vendido para reciclagem.

CARLA ARAÚJO, O Estado de S.Paulo

11 Maio 2013 | 02h06

Segundo o governo, a medida proposta pelo secretário de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, e aprovada pelo Tribunal de Justiça tem como objetivo resolver "problemas urbanísticos e ambientais".

De acordo com a decisão, eventuais interessados na restituição do veículo apreendido devem manifestar o desejo de resgatá-lo em, no máximo, dez dias. No caso de não haver manifestação, antes de virar sucata o veículo pode ir a leilão, caso esteja em condições de uso.

Já veículos que estiverem mal conservados, com chassi adulterado (impossibilitando a identificação do proprietário) ou irregulares serão compactados e transformados em sucata. Os valores arrecadados no leilão e na venda de sucata serão depositados em uma conta para eventual ressarcimento de donos.

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) participou na manhã de ontem de uma reunião com o secretário Grella Vieira para definir os detalhes sobre a medida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.