44 crianças passam mal em escola de Parelheiros

Secretaria de Educação afirma que 'uma equipe foi designada para apurar o que pode ter ocorrido'

Mônica Reolom, O Estado de S. Paulo

06 de setembro de 2013 | 13h24

Atualizada às 19h30

SÃO PAULO - Quarenta e quatro crianças entre 10 e 16 anos tiveram dores abdominais e vômito na manhã desta sexta-feira, 6, na Escola Estadual Vargem Grande II, em Parelheiros, zona sul de São Paulo. A suspeita é de que os alunos tenham ingerido comida contaminada na escola. A Secretaria Estadual de Educação informou, por meio de nota, que as crianças passam bem e que "uma equipe foi designada para apurar o que pode ter ocorrido".  Na quinta-feira, 5, em Sorocaba, pelo menos 14 alunos passaram mal depois de comer a merenda servida na Escola Estadual Antonio Miguel Pereira Júnior.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, 33 crianças foram encaminhadas à AMA Parelheiros ou foram distribuídas por três hospitais no Jabaquara, no Grajaú e em Pedreiras. Até as 19h30 desta sexta-feira, 3 crianças continuavam internadas no Hospital Geral do Grajaú.

"A Secretaria da Educação do Estado esclarece que a direção da Escola Estadual Vargem Grande II acionou o Samu por precaução após alguns alunos apresentarem mal-estar na manhã desta sexta-feira. Os pais também foram chamados à unidade. As crianças foram atendidas e passam bem. Uma equipe foi designada para apurar o que pode ter ocorrido", diz a pasta em nota.

Mais conteúdo sobre:
escola

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.