4 perguntas para...Osvaldinho da Cuíca, compositor de sambas-enredo

1. Por que as letras dos sambas das escolas são tão repetitivas?

O Estado de S.Paulo

12 de fevereiro de 2013 | 02h02

Eu critiquei isso. No ano passado, cinco escolas falaram "guerreira" em São Paulo. Não aguento mais "vem, amor". Isso não tem nada a ver com enredo.

2. Por que motivo é assim?

Essa geração que faz samba-enredo hoje se junta, são uns dez compositores. É "a firma", como falam em São Paulo, e "o escritório", no Rio. Pesquisam sambas anteriores e vira cópia da cópia da cópia. Querem ser moderninhos.

3. Por que o excesso de citações à escola e não ao enredo? Samba está virando puxação de saco da comunidade para ganhar a disputa interna. É igual jogador de futebol que beija a camisa e no dia seguinte está em outro time.

4. Qual deve ser o futuro do samba-enredo?

Não vai mudar nada, nada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.