36,5 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas no RS

Taquari e Pareci Novo decretaram situação de emergência; cidades da região metropolitana[br]continuavam sem luz

, O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2011 | 00h00

PORTO ALEGRE

Os temporais que atingiram o Rio Grande do Sul na sexta e no sábado causaram 12 mortes e muitos danos em 12 cidades. Segundo a Defesa Civil Estadual, duas decretaram emergência: Taquari e Pareci Novo.

Dez cidades enviaram Notificação Preliminar de Desastre à Defesa Civil Estadual: São Paulo das Missões (no noroeste gaúcho); Piratini (no sul); Igrejinha e Ivoti (no Vale dos Sinos); Montenegro (no Vale do Caí); Santa Cruz do Sul (no Vale do Rio Pardo); Fazenda Vila Nova, Paverama e Tabaí (no Vale do Taquari) e Cacequi (no Vale do Jaguari).

Até a tarde de ontem, segundo as prefeituras das cidades atingidas, a Defesa Civil Estadual contabilizava 36.490 pessoas afetadas, 400 desalojadas, 403 deslocadas, 86 desabrigadas e 11 feridos, além dos 12 mortos.

Em Piratini, 80 casas ficaram destelhadas. Em Santa Cruz do Sul, o Arroio Lajeadinho transbordou, alagando 80% da cidade. Trezentos e cinquenta casas foram atingidas e 20 famílias tiveram de ser deslocadas.

Em Montenegro, dezenas de residências foram invadidas pelas águas. Duzentas e cinquenta pessoas foram afetadas e 40, deslocadas. Em Tabaí, uma casa foi completamente encoberta pela terra de um barranco que deslizou. Já na cidade de São Paulo das Missões, 50 famílias foram atingidas pela cheia do Rio Lajeado. Em Ivoti, 3 mil pessoas foram afetadas e sete famílias ficaram desabrigadas. E em Pareci Novo, durante o temporal 1,2 mil pessoas chegaram a ficar isoladas.

Mais de 64 mil pessoas continuavam ontem sem energia elétrica em todo o Estado, incluindo pontos isolados na região metropolitana de Porto Alegre.

Na manhã de ontem, os corpos das vítimas de Igrejinha foram sepultados no Cemitério Municipal. Apenas Marli Jardim foi enterrada no cemitério da Assembleia de Deus. O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, compareceu ao velório das vítimas e depois seguiu para as áreas atingidas. Em Novo Hamburgo, dezenas de pessoas participaram do velório das três crianças soterradas na Vila Kephas.

Semana. A previsão é de tempo seco e frio durante a semana. A chegada de uma nova frente fria na próxima sexta deve trazer de volta as chuvas ao Estado. / LUCAS AZEVEDO, ESPECIAL PARA O ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.