31 suspeitos foram presos neste ano,afirma polícia

Desde o começo do ano, o Deic prendeu 31 pessoas acusadas de envolvimento em arrastões na cidade. Segundo os policiais, os detidos foram reconhecidos pelas vítimas em 18 casos. Em maio, a Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP) divulgou um estudo que indica o perfil do criminoso nessa modalidade de crime. De acordo com a análise, Pinheiros, na zona oeste, é o bairro preferido das quadrilhas. Em segundo lugar, destaca-se a região da Vila Mariana, na zona sul, que inclui a Chácara Klabin. Em terceiro está o Morumbi, na mesma região.

, O Estado de S.Paulo

26 de outubro de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.