3,3 milhões de pessoas na Virada. E muitas filas

Domingo de sol ajuda a superar expectativa de público; participantes elogiam evento

Ligia Tuon, O Estado de S.Paulo

22 de novembro de 2010 | 00h00

Os paulistanos aproveitaram os 31,9ºC registrados ontem no meio da tarde para curtir em massa a Virada Esportiva 2010. Segundo cálculos da Prefeitura, cerca de 3,3 milhões de pessoas participaram do evento neste ano, 300 mil a mais do que em 2009 e 10% a mais do que a expectativa inicial.

Em 34 horas ininterruptas de esporte, que terminaram às 18 horas de ontem, foram realizadas 2.150 atividades, de 90 modalidades diferentes e com novidades, como uma pista de patinação no gelo, voo de asa delta - que elevava as pessoas a 70 metros de altura - e tirolesa.

"Está muito melhor do que a Virada do ano passado. As atrações são bem diferentes. Meu filho acabou de escalar uma parede", contou o pedreiro Jucinaldo Barbosa, de 41 anos, que aproveitou o evento no Parque do Carmo, na zona leste.

Além da escalada, quem foi ao parque pôde participar do esqui na grama, looping de moto e assistir ao show de cachorros adestrados. "Me surpreendi com a apresentação. Adoro cachorros", elogiou a engenheira Tatiana Leal, de 33 anos.

O único inconveniente em alguns pontos da cidade foram as filas para as atrações. "O que mais gostei foi da pista de patinação no gelo, mas fiquei duas horas na fila para andar por dez minutos", disse Gabriela da Silva, de 10 anos, que estava no Memorial da America Latina. Por isso, a menina não conseguiu fazer tudo o que queria. O mesmo aconteceu com Caio de Oliveira, também de 10 anos. "Joguei Play Station 3 na Arena Digital. Mas não vou conseguir patinar no gelo, por causa da espera", disse.

Já quem foi à Avenida Sumaré, na zona oeste, pôde descer 28 metros de rapel no Viaduto Sumaré. "Foi uma experiência incrível", afirmou o engenheiro Marcelo Rebouças, de 25 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.