2H04 do interior até a Luz

Apesar de Jundiaí ficar a apenas 57 quilômetros de São Paulo, o trajeto entre as duas cidades não é fácil nem de carro nem de trem. O trânsito nas marginais e nas rodovias transformou os antigos 45 minutos de carro em mais de uma hora, sem contar a gasolina e o pedágio: R$ 7 em uma única praça.

Nataly Costa,

25 de agosto de 2011 | 01h33

"Prefiro ir de carro pelo conforto, mas o trânsito está cada vez pior", reclama o advogado Tarik Negromonte, de 29 anos, que se divide entre as duas cidades durante a semana.

Além de velhos, os trens da CPTM também não ajudam a fazer o trajeto mais rapidamente. A reportagem do Estado percorreu ontem toda a Linha 7-Rubi de Jundiaí até a Luz em 2h04 - trechos curtos chegam a demorar mais de 20 minutos. Entre uma estação e outra, os trens param sem explicação. "No fim de semana é pior. Se você perde um trem, o outro só aparece 40 minutos, uma hora depois. Não tem frequência certa", diz a enfermeira Idalina Alves Moreira, de 36 anos, que mora em Francisco Morato e trabalha em Jundiaí.

Ontem, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) prometeu renovar todos os trens da linha ao longo do ano que vem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.