23 de Maio tem faixa exclusiva de ônibus

Restrição passa a valer nesta segunda-feira, 5, desde a Av. Washington Luís até a Santos Dumont; extensão até a Teotônio Vilela está prevista para este mês

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

04 de agosto de 2013 | 19h41

Uma nova faixa exclusiva de ônibus de 10,4 km começa a funcionar nesta segunda-feira, 5, no Corredor Norte-Sul. Dessa forma, coletivos passarão a ter uma área exclusiva desde a Avenida Washington Luís (no Campo Belo, zona sul) até a Avenida Santos Dumont (em Santana, zona norte). Não há ainda previsão de quando começarão a ser aplicadas multas.

Nas últimas faixas inauguradas na cidade, as multas passaram a ser aplicadas uma semana após a instalação. A multa para quem desrespeita a faixa exclusiva de ônibus é de R$ 53,20 e três pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A infração é considerada leve.

A faixa que será aberta nesta segunda funcionará sempre das 6 às 22 horas, de segunda a sexta-feira, nos dois sentidos. A meta da Operação Dá Licença para o Ônibus é reduzir o tempo de viagem dos coletivos. A restrição valerá no Corredor Norte-Sul em todas as suas denominações, desde o Túnel João Paulo II (mais conhecido como Túnel do Anhangabaú), passando pelas Avenidas 23 de Maio, Rubem Berta, Professor Ascendino Reis, Moreira Guimarães e Washington Luís, até 200 metros após a Avenida Jornalista Roberto Marinho.

A exclusividade para o transporte coletivo na nova faixa valerá de segunda a sexta-feira, em ambos os sentidos, das 6 às 22 horas. Há uma semana foi adotada a mesma restrição em um trecho que inclui as Avenidas Prestes Maia, Tiradentes, Ponte das Bandeiras e Santos Dumont - atingindo vias importantes como as Ruas São Caetano e Doutor Rodrigo de Barros, além da Avenida do Estado.

A Companhia de Engenharia de Tráfego informou que ainda neste mês a faixa exclusiva do Corredor Norte-Sul deverá ser ampliada, ganhando continuidade pelas Avenidas Washington Luís, Interlagos e Teotônio Vilela, desde a altura da Avenida Roberto Marinho até a Avenida Atlântica (antiga Roberto Kennedy). Essa terceira e última etapa do programa tem previsão de início já na próxima segunda-feira, mas a companhia ressalva que podem ocorrer mudanças.

Outras. Desde a semana passada, a CET também já opera faixas exclusivas para ônibus em outras três vias de São Paulo - na zona sul, na Rua Loefgreen; na Avenida Sapopemba, na zona leste; e na Ponte do Piqueri, na pista sentido centro, mas só no pico da tarde, entre 17h e 20h.

Tudo o que sabemos sobre:
faixaônibus23 de maio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.