2 toneladas de palmito ilegal são apreendidas

A Polícia Ambiental de Itapetininga, no interior paulista, apreendeu 2 toneladas de palmito em conserva de origem clandestina, em Apiaí. A suspeita é de que o produto seja resultado do abate de palmeiras da espécie juçara em áreas de proteção ambiental, como o Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (Petar). O palmito estava acondicionado em potes de vidro sem rótulos e sem qualquer indicação da origem. A carga estava num caminhão baú abordado pela polícia no sábado, após uma denúncia.

O Estado de S.Paulo

29 Abril 2013 | 02h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.