2º ato violento em 4 dias

Na quinta-feira passada, um outro protesto no mesmo local terminou em confronto com a PM, que usou bombas de efeito moral. Os manifestantes colocaram entulhos e pedaços de madeira na linha férrea para interromper a circulação de trens da Linha 12-Safira da CPTM e queimaram galpões da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano. No mesmo dia pela manhã, integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) tentaram invadir a Prefeitura, no centro, mas foram contidos pela Guarda Civil Metropolitana (GCM).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.