19 mil fazem a 2ª fase do exame da OAB

"Uma das provas mais tranquilas dos últimos tempos." Assim o coordenador nacional do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Leonardo Avelino, avaliou a aplicação dos testes de ontem, a segunda fase do exame prático profissional do XI Exame de Ordem Unificado. Participaram os candidatos que obtiveram aprovação na primeira fase, a prova objetiva.

O Estado de S.Paulo

07 de outubro de 2013 | 02h04

A segunda etapa foi composta pela redação de uma peça profissional e quatro questões discursivas. O processo compreende as áreas de opção do examinando no ato da inscrição, como: Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Constitucional, Direito Empresarial, Direito Penal, Direito do Trabalho ou Direito Tributário e do Direito Processual.

Os candidatos que prestaram direito civil ganharam 30 minutos a mais para concluir a prova. "Isso porque identificamos um erro de português na redação da prova, a troca de 'locador' por 'locatário'. Aí divulgamos uma errata e concedemos um tempo a mais para esses candidatos", explica Avelino.

O Exame de Ordem Unificado pôde ser prestado por bacharel em Direito, ainda que pendente apenas a sua colação de grau, formado em instituição regularmente credenciada. Neste ano, mais de 101 mil bacharéis se inscreveram para a primeira fase do exame e pouco mais de 19 mil passaram para a fase final, realizada ontem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.