15 mil lixeiras novas já deixam SP mais limpa

Algumas ruas movimentadas da capital paulista ganharam papeleiras e pedestres veem diferença

O Estado de S.Paulo

03 de fevereiro de 2012 | 03h05

Com o novo sistema de limpeza urbana na capital paulista, a cidade começa a ganhar novas lixeiras nas ruas mais movimentadas. Cerca de 15 mil já foram instaladas pelos consórcios São Paulo Ambiental e Soma. A exigência do contrato das empresas com o governo municipal é instalar, até agosto, 150 mil - quatro vezes o total de papeleiras que a cidade tinha até dezembro do ano passado, segundo a Prefeitura (36 mil).

Quem trabalha perto das ruas que ganharam lixeiras diz que a quantidade de lixo jogado no chão já diminuiu. "Eles colocaram uma lata de lixo bem perto da outra. Não tem como o cara dizer que não achou o lixo", afirma o taxista Rubens Marzagoto, de 58 anos, que fica no ponto vizinho do Shopping West Plaza, na Avenida Francisco Matarazzo, na Água Branca, na zona oeste. Lá há uma papeleira a cada 50 metros.

Os novos equipamentos são parecidos com as antigas papeleiras. A diferença é que, em vez de cor de chumbo, as lixeiras são pintadas de verde militar. Perto da boca da lata, há uma placa de aço inox com a frase "apague o cigarro aqui". O objetivo é evitar que bitucas de cigarro acesas provoquem incêndio ao entrar em contato com papel e outros produtos inflamáveis dentro dos recipientes.

Também é possível ver as lixeiras verdes na Rua José Paulino, no Bom Retiro, região central. "O problema é que eles não colocam saco plástico. Quero ver se não vai ficar cheiro ruim dos restos de comida depois de um tempo", ressalta a comerciante Rosilene Ferreira, de 28 anos. As empresas responsáveis pelo serviço explicam que o corpo das lixeiras deve ser retirado periodicamente para que seja limpo.

Instaladas há cerca de 15 dias, segundo comerciantes, duas lixeiras da Rua da Consolação que ficam perto da saída da Estação Paulista da Linha 4-Amarela do Metrô já estão pichadas, assim como a maior parte das papeleiras antigas que ainda podem ser vistas nas ruas paulistanas.

Chip. Outro compromisso assumido pelas empresas ainda não foi cumprido: a instalação de chips ou código de barras para fazer o controle dos equipamentos está sendo estudada pelos consórcios. Quem tiver reclamações sobre a limpeza da sua rua ou quiser solicitar algum serviço deve ligar para 0800-777-7156, de segunda-feira a sábado, das 8h às 18h. / TIAGO DANTAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.