14 mortos em 2 acidentes em rodovias de SP

Nove pessoas morreram na Castelo Branco e cinco na Raposo Tavares, no interior de SP; desastres ainda deixaram 21 feridos

, O Estado de S.Paulo

24 Setembro 2010 | 00h00

Quatorze pessoas morreram e 21 ficaram feridas na madrugada de ontem por causa de dois acidentes graves nas Rodovias Castelo Branco e Raposo Tavares, no interior de São Paulo.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a primeira colisão aconteceu por volta de 1h30, no km 160 da Rodovia Castelo Branco, sentido capital, em Porangaba, região de Tatuí. Um micro-ônibus da prefeitura de Araçatuba - que levava pacientes e acompanhantes para tratamento em Sorocaba e em São Paulo -, bateu na traseira de um caminhão que transportava açúcar. Sete pessoas morreram no local e duas chegaram a ser resgatadas, mas não resistiram - Ana Costa de Oliveira, Francisco Gomes Rossi, Geraldo Talhari, João Lima Campos, Nicola Ramon Medina, Rosi Elaine dos Santos, Satiko Simabukuro, Solange Cristina dos Santos e Terezinha Clemencia Magalhães Paes. Seis foram encaminhadas em estado grave para hospitais de Tatuí e de Cesário Lange.

Raposo. O outro acidente aconteceu por volta das 4 horas, na pista leste do km 131 da Rodovia Raposo Tavares, sentido interior, em Capela do Alto. A polícia suspeita que uma caminhonete tentou fazer uma ultrapassagem irregular e, por isso, invadiu a pista contrária. O veículo capotou e caiu em uma ribanceira após chocar-se com um micro-ônibus que prestava serviços para a prefeitura de Capão Bonito. O acidente foi agravado porque um caminhão e um carro de passeio não conseguiram desviar.

Os quatro ocupantes da caminhonete e uma passageira do micro-ônibus morreram no local. Quinze pessoas foram levadas para hospitais de Sorocaba e Itapetininga - seis em estado grave.

De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, duas das vítimas passaram por cirurgia no Hospital Regional de Sorocaba e outras duas já tiveram alta.

Internados. Entre os internados estão Maria José da Costa, Nilson de Almeida, Roberto do Espírito Santo Monteiro, Sara Amaral da Silva e Felipe Caian Almeida, de 7 anos. Já o Hospital Regional de Itapetininga atende outros sete feridos leves. Desse total, quatro permanecem em observação, entre eles, uma adolescente de 16 anos.

A PRE informou que os veículos foram rapidamente retirados das pistas. Como os acidentes aconteceram em horário de pouco movimento, não houve lentidão nas rodovias. / BRUNO LUPION, FABIANA MARCHEZI, JULIA BAPTISTA e SOLANGE SPIGLIATTI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.