118 imóveis na região central também são protegidos

Depois de cinco anos na pauta do Conpresp, 118 imóveis dos bairros de Higienópolis, Pacaembu, Consolação e Liberdade, na região central, também foram tombados ontem pelo órgão municipal do patrimônio. Entre eles está a antiga casa de Sérgio Buarque de Hollanda, no número 35 da Rua Buri. Foi ali, no imóvel de 1929, que o historiador trabalhou, estudou e escreveu durante os últimos 25 anos de vida. O local está sendo restaurado pela Prefeitura para virar possivelmente uma sede do Conselho Municipal de Educação.

O Estado de S.Paulo

15 de fevereiro de 2012 | 03h06

Nesse pacotão de tombamento, o Conpresp também tombou as casas de duas vilas, uma na Travessa Dona Paula, na Consolação, e outra entre as Ruas José Ferreira Rocha e Taguá, na Liberdade. Todos esses endereços fazem parte do perímetro da Zona Especial de Preservação Cultural (Zepec) da Sé, uma resolução que foi enviada ao Conpresp depois do pedido de moradores e organizações civis. O órgão de patrimônio ainda tem em sua pauta várias outras Zepecs para votar, como as do Ipiranga, Jaçanã, Lapa, Mooca e Pinheiros.

Ainda na reunião de ontem, o Conpresp abriu tombamento de 12 imóveis que ficam nas Ruas Fagundes, Galvão Bueno, Tamandaré, Antonio Prudente, Vergueiro e Avenida Liberdade. Isso significa que eles podem ter valor histórico e não podem ser alterados até a votação final do processo. / N.C. e R.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.