Francisca Xavier
Francisca Xavier

11/11/11: o dia que está agitando o mundo

Místicos - ou não - passaram a crer que número traz sorte e se mobilizam em torno de eventos

Marici Capitelli, O Estado de S.Paulo

11 Novembro 2011 | 03h04

Priscylla Castellar de Novaes, de 23 anos, namora Eduardo De Chiara, de 31, desde abril de 2004. Quando começaram a preparar o casamento, em 2009, decidiram levar a sério uma brincadeira sempre feita entre amigos e marcaram a cerimônia para hoje, 11/11/11, às 20h, no Rio. Para a felicidade da noiva, o universo está conspirando a favor. Dos amigos e familiares, ouviu que a data era positiva para celebrar a cerimônia.

"Falávamos essa data de maneira aleatória, porque estava distante", diz Priscylla. "Seria em 2010, mas acabamos jogando para a data que sempre falávamos. Estou feliz com o dia."

A reação dos amigos da noiva anda repetindo-se mundo afora, das mais diversas maneiras. Na Coreia do Sul, o agendamento de cesarianas aumentou porque as gestantes querem que os filhos nasçam hoje. Tudo isso porque se espalha, inclusive pela internet, uma visão mística internacional em torno do 11/11/11.

Para os esotéricos - alguns, nem tanto - a data é especial pois vai trazer à humanidade energia positiva. Seria momento de mais solidariedade, menos egoísmo e maior conscientização com o planeta. Para quem acredita, a dica é fazer meditação - de preferência, às 11h11 ou às 23h11.

"Se for possível, acenda uma vela branca nesses horários, mentalizando seus desejos e coisas boas para as pessoas que estão à sua volta, como amor e felicidade", diz a bruxa Tânia Gori.

Para simplificar - e para quem não tenha vela branca por perto -, Tânia Gori indica coisas mais simples, como dar abraço, falar "bom dia" e se empenhar em gestos de gentileza durante o dia.

"As pessoas vão sentir mais necessidade de se conectar com o 'eu' superior e ter mais harmonia com a natureza e cuidar do outro", diz a terapeuta holística Jacqueline Campos.

A numeróloga Marisa Petcov, de 55 anos, tenta uma explicação mais racional. "É um número de pessoas que compartilham. Madre Tereza de Calcutá e Buda tinham esses números em suas vidas. Pessoas comuns também podem ter o voluntariado como caminho", acredita.

O rebuliço em torno da data é tamanho que serviu para reunir três pessoas para as quais o 11 foi, ou está sendo, marcante. Neymar, o deputado Romário e o aposentado Pepe - três jogadores ou ex-jogadores de futebol que se consagraram com o número do dia - têm encontro marcado para um bate-papo organizado por uma empresa que patrocina o atleta santista. "A ideia era fazer um evento com o Neymar. Aproveitamos para fazer um link com essa data, que é forte e tem apelo místico", diz Daniel Tiraboschi, responsável pelo encontro, longe de aderir ao misticismo. "Mas já estou acreditando no poder dessa data. As coisas deram tão certo que faremos um evento magnífico."

  LÁ TEM...

Coreia do Sul

O número de gestantes que agendaram cesarianas para hoje é 20% maior do que nos anos anteriores, segundo a imprensa local. Tudo porque as futuras mães querem ver a data impressa no documento nacional de registro, que é composto por 13 números com os seis primeiros retirados da data de nascimento do bebê.

Egito

Após uma polêmica em torno de cerimônia marcada para as 11h da manhã e as 11h da noite de hoje em uma das pirâmides egípcias, as autoridades do país cancelaram o evento.

EUA/Espanha

O filme 11/11/11 tem estreia mundial hoje

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.