100% dos cubanos já atuaram no exterior

De acordo com dados da Organização Pan-Americana da Saúde e do Ministério da Saúde, todos os médicos cubanos que vieram ao País inscritos no Mais Médicos já trabalharam em missões internacionais. Eles estiveram em Haiti, Bolívia e Venezuela, entre outros, e 42% já participaram de pelo menos duas missões. Eles devem começar a atuar no País neste mês. A maioria (89%) tem mais de 35 anos e a faixa etária mais representativa é a de 41 a 50 anos (65%). Do total, 84% têm pelo menos 16 anos de experiência na carreira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.