1ª fase de operação contra pirataria apreende 43 mil itens irregulares

Mais de 75 lojas foram vistoriadas em três shoppings localizados na Avenida Paulista

Solange Spigliatti, Central de Notícias,

28 Outubro 2011 | 08h23

SÃO PAULO - Cerca de 43 mil itens de materiais irregulares foram apreendidos durante a primeira fase da operação realizada em três shoppings da região central de São Paulo contra a pirataria e o contrabando. Os desdobramentos das apurações administrativas e criminais poderão levar a lacração de lojas e dos estabelecimentos.

A primeira fase da Operação de Combate à Pirataria e Contrabando, coordenada pelo Gabinete de Segurança nos Shoppings Pamplona, Boulevard Monti Mare e Veneza, localizados na Avenida Paulista, terminou nesta quinta-feira, 27.

Mais de 75 lojas foram vistoriadas, destas 28 comercializaram pirataria e produtos ilegais e foram apreendidos 43 mil produtos ilegais, predominando eletrônicos, relógios, carteiras e cintos. Foram identificadas 78 pessoas, destes 40 estrangeiros e 38 brasileiros.

A próxima fase da operação, de verificação da documentação por parte da Subprefeitura Sé, poderá resultar na cassação da licença de funcionamento e na lacração de lojas e dos estabelecimentos.

Os Shoppings Pamplona, Boulevard Monti Mare e Veneza, localizados na Avenida Paulista foram fiscalizados pela primeira vez nos meses de dezembro do ano passado e em fevereiro deste ano, respectivamente. Por meio das ações de monitoramento foi constatado que os estabelecimentos voltaram a vender mercadorias ilegais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.