Estadão
Estadão

1 em cada 5 vítimas de queda caíram em calçadas, aponta estudo do HC

Levantamento foi realizado com 197 pessoas que deram entrada no pronto-socorro da ortopedia da unidade

O Estado de S. Paulo,

05 de novembro de 2012 | 17h50

SÃO PAULO - Estudo feito pelo Hospital das Clínicas aponta que 18% das vítimas de quedas atendidas na unidade caíram em calçadas em São Paulo. Dos 197 pacientes vítimas de queda que deram entrada no pronto-socorro da ortopedia da unidade, 35 relataram ter caído na calçada. Destes, 40% caíram devido a presença de buracos.

Segundo o levantamento, entre os feridos atendidos no HC, a idade que prevalece é entre 36 e 50 anos. Apesar de 77% serem do sexo feminino, o salto alto só era usado em 8,5% das quedas. O tênis foi o calçado usado por 45% dos entrevistados.

As entorses são as lesões mais frequentes (45%), seguidas das contusões (35%) e fraturas (8,5%). A estimativa é que um paciente internado devido a queda na calçada custe em média RS 40 mil para o sistema de saúde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.