1 em cada 5 ônibus deixa de circular no Rio

Três dos quatro consórcios que integram o sistema de ônibus tiveram carros queimados. No total, 16 veículos foram incendiados. Ontem, apenas 80% da frota estava nas ruas, enquanto o contrato firmado com o município exige que 100% dos carros circulem nos horários de pico.

, O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2010 | 00h00

Os consórcios se reuniram com a prefeitura e apresentaram um plano para garantir que as linhas continuem circulando. As empresas vão monitorar o número de ônibus de cada linha nas ruas e desenvolver itinerários alternativos. A Secretaria Municipal de Transportes informou que compreende os riscos existentes para os motoristas e os danos provocados às empresas, mas alertou que a população precisa de meios de transporte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.