1,8 mi de carros vão enfrentar estradas com obra

Com sol e calor, concessionárias e destinos turísticos preveem movimento grande no feriado, mas há intervenções nas rodovias

O Estado de S.Paulo

06 de setembro de 2012 | 03h06

Cerca de 1,8 milhão de carros devem sair da capital paulista no feriado de 7 de Setembro. A recomendação das concessionárias responsáveis pelas rodovias do Estado é pegar a estrada amanhã depois das 15h, já que a noite de hoje será o período com mais movimento.

Meteorologistas preveem feriado de sol, calor e tempo seco nos três dias, o que deve encorajar os paulistanos a pegar a estrada. Na capital, a máxima pode chegar a 32°C e, no interior, a 36°C. Não há previsão de chuva.

A Ecovias, que administra o sistema Anchieta-Imigrantes, estima que entre 215 mil e 365 mil veículos devem descer a Serra do Mar. Das 13h de hoje às 20h de amanhã, será instalada a Operação Descida. Na Rodovia dos Tamoios, principal acesso para o litoral norte, o trecho entre Jambeiro e Paraibuna está com obras de duplicação, o que significa restrição de circulação e passagem intensa de caminhões durante o feriado. Alguns trechos da pista têm barro e areia.

Há 50 dias sem chuva, o litoral norte deverá receber milhares de turistas que vão aproveitar um feriado prolongado com muito calor, com máxima de 35°C. Em Ubatuba, a ocupação hoteleira para o feriado é de 73%. Em Ilhabela, a ocupação hoteleira registrada ontem era de 94%.

Interior. Pelo menos 1,2 milhão de veículos são esperados nas principais rodovias que cruzam a região de Campinas. Na altura de Louveira, o motorista deve redobrar a atenção na Anhanguera por causa das obras da terceira faixa, entre os km 62 e 71.

Na SP-340, que liga a região de Campinas ao sul de Minas Gerais e ao Circuito das Águas paulista, a concessionária Renovias colocou carros destruídos que se envolveram em acidentes graves e manequins para simular o resultado das colisões, no canteiro central da rodovia.

O motorista que pegar a Régis Bittencourt, principal ligação de São Paulo com o Sul, encontrará sete pontos em obras. Na Serra do Cafezal, trecho de pista simples entre Juquitiba e Miracatu, a Polícia Rodoviária Federal vai liberar o acostamento e instalar faixas reversíveis.

Campos de Jordão. O último feriado da temporada de inverno deve encerrar com a marca de 1,2 milhão de turistas em Campos do Jordão, representando um aumento de 10% no número de visitantes, comparado com o ano passado. Para o feriado, a classe hoteleira espera 80% de ocupação. Quem for até lá de carro, porém, deve ficar atento às obras de recapeamento na Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro. / CAMILA BRUNELLI, REGINALDO PUPO e GERSON MONTEIRO, ESPECIAIS PARA O ESTADO, e JOSÉ MARIA TOMAZELA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.