1,5 milhão de carros lotarão as estradas paulistas no feriadão

Tanto a CET quanto as empresas concessionárias têm um esquema especial para o feriado prolongado

Gustavo Miranda, estadao.com.br

18 de março de 2008 | 16h24

Se você é daqueles que resolveram viajar de carro no feriado prolongado da Páscoa, fique atento: tanto a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) quanto as concessionárias que administram as estradas de São Paulo preparam um esquema especial para o feriadão. A estimativa é de que aproximadamente 1,5 milhão de veículos utilizem as rodovias estaduais de São Paulo durante o feriadão, segundo a Polícia Rodoviária estadual.   VEJA TAMBÉM Ao vivo: Castelo Branco-Raposo Tavares Ao vivo: sistema Anhangüera-Bandeirantes Ao vivo: Rodovia Presidente Dutra  Ao vivo: estradas que dão acesso ao litoral Confira o que abre e o que fecha no feriado da Semana Santa   A recomendação é de que os motoristas com destino às rodovias evitem viajar das 14 às 22 horas de quinta-feira e antes das 13 horas de sexta. A CET deve divulgar no máximo na quarta-feira como funcionará a operação de monitoramente do trânsito. A operação da companhia geralmente é voltada a fiscalizar especialmente os acessos e chegadas das rodovias, para garantir a fluidez e a segurança de motoristas e pedestres.   O movimento mais intenso deve ser o do sistema Anhangüera-Bandeirantes, que liga São Paulo ao litoral. De acordo com a AutoBan, que administra as rodovias, cerca de 550 mil veículos devem sair ou chegar à capital pelas estradas, sendo 225 mil em cada sentido. Segundo a concessionária, os motoristas em direção ao interior devem evitar viajar na quinta-feira, das 15 às 22 horas e, no sábado, das 7 às 13 horas.   Nas Rodovias Raposo Tavares e Castello Branco, a previsão é que 350 mil carros circulem pelas duas estradas entre quinta-feira e segunda-feira. A Viaoeste recomenda aos motoristas para que viajem quinta e sexta-feira, após as 12 horas. O trânsito no sentido Baixada Santista também deve ser intenso. Na quinta-feira, a partir das 16 horas, começa a operação descida. São esperados até 350 mil carros durante o feriado.   A Operação Descida (7x3) será implantada na quinta-feira, a partir das 16 horas, quando se espera um aumento no fluxo de veículos em direção ao litoral. Os veículos que descem a Serra do Mar poderão utilizar as duas pistas da Via Anchieta e a pista sul da Rodovia dos Imigrantes. A subida será feita pela pista norte da Rodovia dos Imigrantes. Tanto a nova pista da Imigrantes quanto a pista norte da Via Anchieta serão destinadas apenas para veículos de passeio, com o intuito de dividir o tráfego entre as duas rodovias, diminuindo as chances de congestionamentos. A operação 7X3 se estenderá até as 2 horas de sexta-feira, 21, e volta ser implantada no mesmo dia, das 7 às 16 horas.   Durante todo o sábado,  o Sistema Anchieta-Imigrantes funcionará no esquema normal (5x5), com descida pelas pistas sul da Imigrantes e sul da Anchieta e descida pelas pistas norte das duas rodovias. No domingo, a Operação Subida (2x8) será implantada ainda no período da manhã, a partir das 11 horas, e se estenderá até a 1 hora da segunda-feira. Os motoristas que saem da Baixada Santista terão as pistas norte e sul da Imigrantes e a pista norte da Anchieta operando com destino à capital.   As Rodovias Ayrton Senna/Carvalho Pinto, que dão acesso ao litoral norte e Campos do Jordão, devem ser evitadas das 15 às 23 horas desta sexta-feira, o movimento deve ser intenso durante todo o dia. A orientação da concessionária é sair de casa após as 18 horas. A mesma recomendação serve para as rodovias Tamoios, Mogi-Bertioga, D. Pedro I, Oswaldo Cruz, Floriano Rodrigues Pinheiro e Rodovia Litorânea.   Já na Rodovia Presidente Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, a orientação da concessionária Nova Dutra é deixar para viajar na quinta-feira antes das 16 horas ou após as 20 horas. Na sexta, motorista deve evitar a estrada das 7 às 10 horas. A ViaOeste prevê tráfego intenso no feriado. É justamente na Semana Santa que a concessionária registra o maior fluxo de veículos em suas rodovias. A estimativa é de que 425 mil veículos circulem pelos dois sentidos do Sistema Castelo Branco/Raposo Tavares, durante o feriado prolongado de Páscoa, entre os dias 20 e 23 de março.   A promessa da Viaoeste é de que as praças de pedágio vão atender com capacidade plena nas cabines de arrecadação. Caso seja necessário, a ViaOeste acionará a operação "papa-fila". As obras em execução no sistema que causam interferência no tráfego, como desvios ou interdições de pista, serão suspensas das 12 horas de quinta-feira, 20, até as 12 horas de segunda-feira, 24.   Operação da Polícia Rodoviária   A Polícia Rodoviária Estadual realiza a partir desta quinta-feira, 20, em São Paulo, a Operação Semana Santa. O objetivo é garantir a segurança e fluidez no trânsito, além de prevenir crimes. Cerca de quatro mil patrulheiros rodoviários de todo o Estado participarão da ação, que acontecerá da zero hora da quinta-feira até a zero hora de segunda-feira, 24, nos 24 mil quilômetros de estradas estaduais.   A fiscalização contará com o apoio do Grupamento Aéreo, unidades de área da Polícia Militar, policiamento de Choque, Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa), Agência Reguladora de Serviços de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) e concessionárias de rodovias. Além dos policiais que atuam nas rodovias, as equipes dos centros de controle operacional farão o monitoramento de toda a malha rodoviária. Durante a operação, os patrulheiros também vão fazer testes em casos de suspeita de embriaguez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.