REUTERS
REUTERS

Umidade do ar chega a 19% e deixa SP em estado de alerta

Se o índice ficar abaixo de 12%, será decretado estado de emergência; porcentual adequado à saúde é de 60%, diz OMS

Juliana Diógenes, O Estado de S. Paulo

24 de setembro de 2015 | 15h12

SÃO PAULO - A tarde desta quinta-feira, 24, começou seca em São Paulo e a Defesa Civil decretou estado de alerta em toda a cidade. O nível da umidade relativa do ar atingiu 19%, e a tendência é de que haja declínio ao longo da tarde. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), às 13h45, os termômetros oscilam em torno de 34°C. A máxima prevista para esta quinta-feira é de 36°C e não há previsão de chuvas.

Na escala da Organização Mundial da Saúde (OMS), é considerado estado de alerta quando o índice de umidade relativa do ar está entre 12% e 20%. Se o índice ficar abaixo de 12%, será decretado estado de emergência. Entre 20% e 30%, a organização define como estado de atenção. Acima de 30%, a situação está normalizada. A OMS aponta, porém, que índices inferiores a 60% não são adequados para a saúde humana. 

Em situações com estado de alerta, a CGE recomenda que a população evite aglomerações em ambientes fechados, exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10 horas e 16 horas. O ideal é usar soro fisiológico para os olhos e as narinas. 

O CGE é responsável por informar à Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) quando observados índices inferiores a 30%. Com a diminuição destes valores, a Comdec decreta estados de criticidade de baixa umidade relativa do ar, levando em conta os níveis de atenção, alerta e emergência, de acordo com a escala.

Próximos dias. O sol forte e o tempo abafado vão predominar nesta sexta-feira, 25. No amanhecer, a mínima será de 21ºC. Ao longo do dia, os termômetros podem chegar a 36º e deve chover no fim da noite. Há previsão de pancadas isoladas com potencial para trovoadas e rajadas de vento.

No sábado, 26, uma frente fria se desloca para o litoral paulista com muitas nuvens e chuvas isoladas, concentradas entre o fim da tarde e a noite na Grande São Paulo. Pancadas de chuva de moderada intensidade podem vir acompanhadas de descargas elétricas. A presença de grande quantiadde de nuvens deve amenizar o calor. A mínima será de 20ºC e a máxima, de 30ºC. 

Tudo o que sabemos sobre:
UmidadeSão PauloTempo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.