Minhocão – o nosso High Line

Minhocão – o nosso High Line

Angélica Arbex

13 de setembro de 2019 | 17h28

High Line em Nova York ou o Minhocão do Futuro

Já  falei  aqui sobre do Parque Minhocão. A criação do parque por enquanto está suspensa por uma liminar, a prefeitura de São Paulo já entrou com recurso e a justiça está para decidir. Acho que essa novela está longe do fim. Uma burocrática pena!

Trocar vias inóspitas por vida ao ar livre;  tráfego pesado por bicicleta, patinete, tênis de corrida ou qualquer coisa do tipo é uma resposta necessária e urgente ao jeito contemporâneo de viver nas grandes cidades.  O Parque Minhocão seria (será), na minha opinião, um grande catalisador da transformação do centro de São Paulo. Uma transformação de verdade, o nosso High Line integrador de cultura, moradia, lazer, vida urbana, serviços, encontros.

Lá no minhocão, os sinais estão começando a aparecer e, quase sempre, eles começam  pelo mercado imobiliário. Um lançamento residencial é um marco importante da crença na transformação da região. Em fevereiro de 2020 será lançado o empreendimento Bem Viver Marquês de Itu, primeiro projeto popular do super estrelado arquiteto Isay Weinfeld.

O arquiteto responsável por projetos residenciais icônicos de alto padrão no Brasil e em outros países, hotéis etc é o responsável pelo projeto do popular, no minhocão, enquadrado em uma das faixas de financiamento do programa Minha Casa, Minha Vida da Caixa Econômica Federal. Junto com este, outros projetos inusitados e interessantes virão. Lançamentos imobiliários, retrofit dos prédios existentes, escolas, serviços, shoppings e gente. Gente interessada em viver esse novo tempo da cidade, gente que acredita que dá pra viver feliz, com segurança e qualidade de vida no centro.

Uma mudança necessária e aguardada que embeleza e melhora a cidade. São Paulo merece!

Tendências: