Número de mortos no Estado de São Paulo chega a 13

Estadão

11 Janeiro 2011 | 09h57


Na zona norte, lixo invade ruas após alagamentos no bairro do Limão

SÃO PAULO – Já chegou a 13 o número de mortos em São Paulo, vítimas da chuva que caiu entre a noite de ontem e a manhã desta terça-feira, 11. Foram cinco mulheres em São José dos Campos e um rapaz em Tatuí, no interior do Estado; três pessoas em Mauá e outra em Embu, na região metropolitana; e mais três na capital paulista.

Veja também:
forumFicou preso em algum lugar por causa da enchente? Deixe seu relato
blogAcompanhe a situação do trânsito na cidade
especial
Histórias sobre quem perdeu a vida nas chuvas entre 2009 e 2010

As primeiras mortes ocorreram em São José dos Campos, no Vale do Paraíba. O terreno onde estavam dois imóveis cedeu e desmoronou sobre outras duas casas. Sete pessoas que estavam no local acabaram soterradas em Rio Comprido. O Corpo de Bombeiros começou a trabalhar no resgate ontem.

Duas pessoas, de 13 e 16 anos, foram retiradas com vida e levadas para um hospital da região feridas. Outras cinco mulheres, de 54, 29, 26, 11 e 3 anos morreram. Em Tatuí, na região de Itapetininga, um motociclista de 21 anos foi arrastado pela enxurrada e acabou parando só embaixo de um carro.

Na Grande São Paulo, um aposentado de 76 anos faleceu após um deslizamento atingir a casa onde ele vivia, em Embu. Um adolescente que também estava no imóvel conseguiu escapar e foi levado para um hospital da zona sul de São Paulo.

Em Mauá, ao menos seis pessoas foram soterradas após queda de barreiras sobre casas. Três delas morreram: um homem de 42 anos, um adolescente de 16 e uma pessoa ainda não identificada. Os acidentes ocorreram em três bairros diferentes: Jardim Rosina, Oratório e Zaira. Duas pessoas tiveram ferimentos leves e os bombeiros buscam por outra.

Na capital, mais três pessoas morreram por causa do temporal. No Jaçanã, zona norte paulistana, uma mulher de 37 anos e uma criança de 8 foram vítimas também de um deslizamento de terra. No centro, um morador de rua foi levado pela enxurrada até bater em um veículo. Ele chegou a ser levado para a Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos.

Anteriormente, o Corpo de Bombeiros haviam informado uma morte também no Capão Redondo, na zona sul de São Paulo. A vítima, no entanto, era a mesma registrada em Embu e houve confusão por causa da região limítrofe entre as cidades.

Solange Spigliatti e Marília Lopes, da Central de Notícias

Texto atualizado às 15h20.

Mais conteúdo sobre:

vítimas