Chuva deixa toda SP em estado de atenção e espalha alagamentos

Estadão

16 Fevereiro 2011 | 15h43

As fortes chuvas que caíram em São Paulo nesta tarde deixaram toda a cidade em estado de atenção por mais de duas horas, das 16h às 18h15. A capital chegou a registrar 61 pontos de alagamento, 41 intransitáveis. Por volta das 20h, 22 persistiam.

Às 17h10, o córrego Ipiranga transbordou, e a subprefeitura da região entrou em alerta. O tráfego estava totalmente paralisado em importantes avenidas da cidade, como Radial Leste, Avenida Pedro Álvares Cabral, Rangel Pestana e Avenida do Estado.

O Corpo de Bombeiros registrou na tarde de hoje 98 ocorrências por causa da chuva. As primeiras regiões a entrar em estado de atenção, às 14h46, foram as zonas leste, sudeste e sul e Marginal do Pinheiros, seguidas pela zona norte e Marginal do Tietê, às 15h30.

Aeroportos. O aeroporto de Congonhas ficou fechado para pouso e decolagem das 16h12 às 17h30. Agora, opera por instrumentos em razão das chuvas. A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) registrou no dia de hoje 11 voos atrasados em Congonhas, apenas 6% dos 183 programados. As viagens canceladas somam 14, ou 7,7% do total.

Às 15h35, o aeroporto de Guarulhos registrou rajadas de vento de 38 km/h. Às 16h, os ventos chegaram a 54 km/h no mesmo local, e a 40 km/h no Campo de Marte.

Trens. A circulação de trens da Linha 12 – Safira (Brás Calmon Viana) da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) foi interrompida nesta tarde, por conta de uma descarga elétrica, que atingiu a rede de fornecimento de energia elétrica aos trens.

Segundo a CPTM, o raio caiu por volta das 15h20, entre as estações Engenheiro Goulart e Tatuapé na Linha 12. A operação foi retomada às 17h45, de acordo com nota da CPTM. “Por via única e com maior intervalo e tempo de parada nas plataformas”, esclareceu a estatal.

linkAcompanhe também a a situação do trânsito na cidade

Notícia atualizada às 20h.