Chuva provoca danos em alegorias de carnaval da Pérola Negra

Estadão

11 Janeiro 2011 | 16h13

SÃO PAULO – O temporal que atingiu São Paulo entre a noite de ontem e madrugada desta terça-feira, 11, também causou danos à Escola de Samba Pérola Negra, localizada na zona oeste da cidade. Segundo a assessoria da agremiação, a enchente no galpão de Vila Leopoldina foi a pior em muitos anos, por conta do grande volume de água que acabou invadindo a escola.

“A gente se preveniu um pouco mais este ano, colocando as esculturas em lugares mais altos, deixando as obras suspensas e algumas foram levadas para outro galpão, na Anhanguera, mas mesmo assim tivemos muitas perdas”, explica Jairo Roizen, diretor de marketing da escola. Mesmo com os cuidados, uma ala inteira, que já estava pronta, e uma alegoria foram danificadas.

Segundo a Pérola Negra, apesar da proximidade do carnaval, as peças estragadas serão refeitas. “Ainda dá tempo de refazer todas as peças do projeto inicial”, confirma Jairo. A escola ainda não contabilizou os estragos, pois estão esperando o volume de água baixar para verificar o que poderá ser reutilizado.

A escola foi prejudicada pelas chuvas também no ano passado. O barracão da escola, embaixo do Viaduto Mofarrej, foi invadido pelas águas. Algumas peças e esculturas de carros alegóricos foram danificados, causando um prejuízo de cerca de R$ 50 mil.

Sujeira no Ceagesp, nas proximidades da escola, logo após a água do alagamento baixar na zona oeste

Mais conteúdo sobre:

alagamentocarnavalchuvaPérola Negra