Chuva deixa toda cidade em estado de atenção; veja onde está alagado

Estadão

13 Dezembro 2010 | 16h12

Segunda-feira de chuva forte em São Paulo. Toda a cidade ficou em estado de atenção por 3h45 — das 16h às 20h45. Na Vila Prudente, zona leste, o Córrego Mooca transbordou e a região ficou em alerta. Na Rua Flor da Redenção, Vila Reis, também na zona leste, o córrego do Sítio da Casa Pintada encheu e derrubou paredes de casas. A Defesa Civil retira famílias da região.

Veja também:
Blog do Trânsito – Acompanhe a situação nas principais vias

Alagamentos. De acordo com a Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), às  a 20h40 a cidade registrava 46 pontos de alagamento, e destes, 6 estão intrasitáveis:

– Avenida Aricanduva com Rua Manilha;
– Rua Tamaínde com Rua Baquia, em Aricanduva;
– Rua Ricardo Cavatton com Rua Hugo D’Antola, na Lapa;

– Avenida Prof. Luiz Ignácio Anhaia Mello com Avenida Paes de Barros;
– Rua Maria Domitila com Rua da Figueira, no centro;
– Radial Leste com viaduto Guadalajara.

Por volta das 17h, os bairros do Limão e Casa Verde, na zona norte,  tiveram queda de energia elétrica, em consequência do desligamento de um transformador. A falha persistiu por cerca de uma hora.

Aeroportos. O Aeroporto de Congonhas chegou a fechar, às 17h15, por causa das chuvas. Reabriu às 17h46 para pousos e decolagens. Já o Aeroporto Internacional de Guarulhos segue operando por instrumentos.

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informou que até as 18h dez voos de Congonhas foram cancelados e 24 voos sofreram atrasos. No Aeroporto de Guarulhos este número estava em 35, e quatro foram cancelados no mesmo período.

Grande SP e ABC. Em Mauá, uma pessoa está desaparecida. A casa em que morava, na Avenida Ayrton Senna, Jardim Brasília, desmoronou no final da tarde. Em Carapicuíba, a Defesa Civil registrou um desbarrancamento, sem vítimas. As equipes monitoram 23 “pontos sensíveis” da cidade.

Previsão. Segundo os meteorologistas do CGE, chuvas podem continuar durante a noite e madrugada de hoje, elevando riscos de alagamentos e deslizamentos de terra.

Choveu também entre a noite de domingo e madrugada de hoje. Pela manhã, os paulistanos ainda sentiam o reflexo das quedas de árvores e pontos de alagamento, apesar de a chuva ter diminuído por volta das 2h.

Trens e Metrô. Segundo a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), todas as linhas de trem e Metrô funcionam normalmente — apenas a velocidade foi reduzida, como precaução, desde as 16h. Próximo à Estação Ipiranga, na Linha 10-Turquesa, um usuário informou à reportagem que há acúmulo de água na linha, porém os trens seguem circulando em baixa velocidade.

Atualizado às 20h41.