Chuva deixa regiões de SP em atenção e provoca alagamentos

Estadão

14 Janeiro 2011 | 13h17


Por cerca de 2h40, toda a cidade de São Paulo ficou em estado de atenção por causa da chuva no fim da tarde de hoje.  O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) encerrou o alerta às 17h40. Ainda chove com pontos moderados na Zona Norte, entre os bairros de Piritiba e Jaraguá,e  no extremo leste, entre os bairros de Itaquera, Itaim Paulista, São Mateus, Guaianazes e Cidade Tiradentes.

Por causa do temporal, dezenas de pontos de alagamento se formaram na capital e, por volta das 18h40, segundo a CET, oito estavam intransitáveis. O ponto que fechava a Avenida 23 de Maio baixou e o trânsito foi liberado na via.

Veja também:

Alagamento ainda fecha Anchieta; Raposo é liberada
Com alagamentos, veja a situação do trânsito na cidade

Os locais que tinham o trânsito bloqueado por causa do nível da água estavam na:

– Marginal Tietê, sentido Castelo Branco, pista central, com a Ponte Freguesia do Ó;
– Avenida Olavo Fontoura, altura do número 1.209, sentido centro;
– Praça Alceu Amoroso Lima, com a Avenida Maria Coelho Aguiar, nos dois sentidos;
– Rua Romão Gomes, com a Avenida Valdemar Ferreira, sentido Jóquei;
– Rua Alvarenga, com a Avenida Afrânio Peixoto, sentido centro;
– Avenida Francisco Morato, com a Rua Pureus, sentido centro;
– Avenida Aricanduva, com a Rua Ganges, sentido Itaquera e
– Avenida Magalhães de Castro, sentido Interlagos, com a ponte Engenheiro Roberto Zuccolo.

De acordo com o CGE, durante a tarde, as chuvas ganharam força em toda a zona oeste, onde houve registro de precipitação forte em praticamente todos os bairros. Na zona leste, também houve registro de chuvas muito fortes, inclusive com potencial para queda de granizo. No extremo sul da cidade e na região sudeste também houve chuva forte. No restante da cidade, a intensidade ficou entre fraca e moderada.

Às 12h30, as zonas leste e sudeste foram as primeiras a entrar na situação. Como a precipitação se intensificou, as zonas oeste, sul e central, além da Marginal do Pinheiros, foram incluídas por volta das 14h30. Após uma hora, a Marginal do Tietê também entrou no estado de atenção, seguida alguns minutos depois pela zona norte.

Aeroportos. O Aeroporto de Congonhas fechou, por duas vezes, entre as 14h54 e 15h21, e depois das 15h44 até as 16h41, ficando interditado para pousos e decolagens. Agora ele opera por instrumentos. A Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, opera por instrumentos desde as 16h35.

Até as 18h desta sexta-feira, 43 voos partiram com atrasos, representamdp 23,2% dos 185 agendados para o período; quatro deles foram cancelados. Em Cumbica, 45 voos locais não saíram no horário marcado, proporcionalmente 27,3% dos 165 de hoje. Dos internacionais, 8 tiveram o problema, 11,9% dos 67 agendados.

Atualizado às 18h50.