SPTrans pede outra perícia para comprovar deficiência física

Jerusa Rodrigues

22 de outubro de 2013 | 19h42

Mesmo com laudo médico, não consegui renovar bilhete, diz leitor

Por Jerusa Rodrigues

Reclamação do leitor: Sou deficiente físico, tive um braço amputado e uso o Bilhete Único Especial. No dia 30/10 o bilhete vai vencer, mas, antes disso, entrei no site, preenchi um cadastro e fui até o posto de saúde da Prefeitura de São Paulo, na Av. República do Líbano. Seguindo as instruções do site, passei por consulta, recebi um laudo médico e fui até o posto da SPTrans. Mas estava sem sistema para dar entrada a novos pedidos de bilhetes, só havia a possibilidade de renovação. Fui informado que receberia em minha residência o novo bilhete antes da data de vencimento do anterior. Mas, para minha surpresa, recebi uma cartinha datada de 15/10, da São Paulo Transportes dizendo que fora constatada a necessidade de uma auditoria médica na SPTrans, que deverá ser agendada de segunda a sexta-feira, no Pari, das 7 às 10 horas.  O local fica próximo da Ponte Vila Guilherme e não há metrô perto. Ao ligar para fazer o tal agendamento, expliquei ao atendente que o meu bilhete venceria no dia 30/10 e ele marcou a auditoria médica para o dia 11/11. Perguntei se essa data não me traria problemas e o funcionário respondeu que não. Também questionei se poderia usar o bilhete especial, com direito à transporte gratuito e ele também disse que sim. Este relato é para mostrar como deficiente sofre. Meu cartão foi expedido pela SPTrans e fui renová-lo apresentando o laudo médico assinado e carimbado pela médica da Prefeitura! Já provei ser deficiente físico. Meu braço amputado não vai crescer! Espero que o relato deixe alguém com vergonha e faça com que tome providências para facilitar a vida de deficientes e idosos.  Mario  Seghesi  Elias / São Paulo

Resposta: A SPTrans informa que o sr.  Seghesi foi convocado para atender a exigências da legislação em situações em que a deficiência pode ser considerada permanente – aquela que ocorreu ou se estabilizou após período de tempo que impeça a sua regressão ou recuperação, apesar de novos tratamentos instituídos. Para identificar a Deficiência Permanente, é necessária a realização de Auditoria Médica da São Paulo Transporte S.A. – SPTrans. Sobre a deficiência permanente, é importante ressaltar ainda que, após definida, o usuário não precisará mais apresentar laudos médicos, somente deverá comparecer anualmente a um Posto de Atendimento da SPTrans mais próximo de sua residência para revalidar o benefício. Para evitar prejuízo ao solicitante, cabe observar que o pedido de renovação pode ser feito até 60 dias antes do vencimento.

Réplica do leitor: Eu duvido que não tenha mais de passar por análise médica. Vou pagar pra ver!