Proteste questiona pesquisa da Anatel

Jerusa Rodrigues

24 de abril de 2013 | 19h02

Associação de Consumidores acredita que resultado não reflete a realidade

Por Jerusa Rodrigues

A Proteste Associação de Consumidores enviou ofício à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) solicitando esclarecimentos sobre a metodologia utilizada na pesquisa de avaliação dos serviços de telecomunicações divulgada nesta quarta-feira (24/4). Ela questiona como o setor campeão de reclamações nos órgãos de defesa do consumidor pode ter avaliação positiva.

A  pesquisa da Anatel avaliou diversos níveis de percepção dos consumidores sobre os serviços de telefonia fixa, celular, TV por assinatura e banda larga associada a esses serviços. O resultado mostra que  mais da metade dos usuários de telefone celular pós-pago se mostrou indiferente em relação aos serviços; assim como 42% dos usuários da banda larga e 40% na telefonia fixa. Metade de usuários de telefonia fixa considera o serviço regular ou ruim.

A avaliação dos telefones públicos – única em que as entrevistas foram feitas pessoalmente –  foi a que refletiu melhor a realidade, defende a Proteste.  Apenas 1,1% considera o serviço satisfatório; cerca de 45% se disseram insatisfeitos; 5,2% estão totalmente insatisfeitos e 48,7% o consideram  regular.

 Fonte: Assessoria de Imprensa da Proteste

 

Tendências: