Projeto de revitalização do Largo do Paiçandu tem falhas

Projeto de revitalização do Largo do Paiçandu tem falhas

Luciana Magalhães

19 de outubro de 2014 | 11h00

Não há sensibilidade ambiental da Prefeitura, reclama o leitor

 

 

Reclamação do leitor: A ideia da revitalização do Largo do Paiçandu, mostrada na edição do jornal O Estado de S. Paulo de 1º/10 é positiva. Porém, infelizmente o projeto tem diversos equívocos, uma vez que não consultaram moradores do local. Por exemplo, no parque há um parquinho muito pequeno, que foi  instalado sobre uma área verde e que os moradores gostariam que fosse ampliada e não destruída. Esse parquinho deveria ficar próximo à estátua da Mãe Preta e ser cercado, para evitar que crianças menores corram para a rua, etc. Além disso, um dos pontos lamentáveis do projeto foi o corte em junho de 2013 de duas árvores adultas para a instalação de um deck.  Serve para mostrar a total falta de sensibilidade ambiental do projeto. Fábio Olmos / São Paulo

 

Resposta: A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (SVMA) informa que não recebeu o pedido de manejo arbóreo no local citado pela munícipe.

 

Réplica do leitor: A SVMA está mentindo. Tanto o secretário como o interlocutor do Projeto Centro Aberto, estavam presentes no Largo do Paissandú juntamente com a equipe responsável pela instalação do deck. Tanto a reivindicação de substituição das árvores como o plantio dos canteiros foram feitos na ocasião. Obviamente a SMVA não tem interesse na questão.

Foto: Fábio Olmos

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.