Paciente demora para conseguir vaga de transferência hospitalar

Após a queixa, a Santa Casa de São Carlos informou que caso foi solucionado

Renata Okumura

21 de março de 2019 | 05h00

O pai de Thays de Souza Lima tem 67 anos e mora em São Carlos, interior de São Paulo. Em dezembro, ele foi internado na Santa Casa do município e, desde então, ficou à espera de uma vaga de transferência para uma unidade de implante Cardioversor Desfibrilador Implantável (CDI) de um hospital credenciado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Sem esse implante, ele corre risco de morte.

Foto: valelopardo/Pixabay

Reclamação de Thays de Souza Lima: “Meu pai tem 67 anos e residente em São Carlos, no interior de São Paulo. Ele foi internado na Santa Casa da cidade em dezembro. Aguardou uma vaga de transferência para um implante de CDI em um hospital credenciado pelo SUS. Após mais de 30 dias de internação, os médicos nos aconselharam a entrar na Justiça para conseguir uma vaga de transferência, uma vez que o SUS não disponibilizou uma vaga de transferência em todo esse tempo. Meu pai já sofreu enfarte e está com o quadro de saúde delicado. Sem o transplante, pode não sobreviver.”

Resposta da Santa Casa de São Carlos: “O paciente José Eduardo de Morais Lima de 67 anos foi transferido para a unidade Coronariana do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto no dia 15 de fevereiro”.

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

SP Reclamavagahospital

Tendências: