Motoristas estacionam em local proibido

Motoristas estacionam em local proibido

Jerusa Rodrigues

13 Setembro 2014 | 15h00

Aos domingos os carros ficam sobre a calçada da Av. Miguel Estefano, denuncia o leitor

 

Reclamação do leitor: Postei no YouTube um vídeo expondo um problema que há anos ocorre na região do Zoológico de São Paulo: motoristas que estacionam seus carros sobre a estreitíssima calçada da Avenida Miguel Estefano, e não são multados porque contam com a impunidade propiciada por agentes de trânsito da CET, que nada fazem. A principal consequência disso é que a calçada fica intransitável e expõe os pedestres a perigos relacionados ao trânsito de veículos, já que os pedestres acabam tendo de transitar pela avenida, disputando espaço com os veículos automotivos. Fiz um vídeo comprovando o fato.  Yuri Ribeiro Sucupira / São Paulo

 

Resposta: A CET informa que mantém em todos os domingos e feriados, equipe operacional formada por 16 de agentes de trânsito, responsáveis pelo monitoramento das condições de segurança e fluidez da Avenida Miguel Estefano, nas imediações do Zoológico de São Paulo. Esclarece ainda que, no período de janeiro a julho de 2014, na fiscalização dessa avenida, registrou 322 multas efetuadas por estacionamento irregular ou proibido, 97 foram por estacionar no passeio ou calçada. Lembra ao leitor que aos domingos e feriados o estacionamento na Avenida Miguel Estefano é liberado no sentido Cursino, desde o Zoológico até a Avenida do Cursino. Futuras irregularidades também podem ser relatas em tempo real via fone 1188 – Fale com a CET.

 

Réplica do leitor: Os moradores da região do Parque do Estado (inclusive eu) têm conhecimento de que nos domingos e feriados a Av. Miguel Estefano fica interditada no sentido Cursino, no trecho entre o Zoológico e o cruzamento da dessa avenida com a Av. do Cursino, onde é permitido estacionar. Porém o vídeo que enviei não mostra automóveis estacionados no sentido Cursino, mas sim no sentido contrário (sentido centro), onde é proibido estacionar. Além disso, esses automóveis estavam estacionados sobre a calçada e nenhum deles apresentava um papel de notificação de multa (auto de infração), o que evidencia a deficiência da fiscalização. Esse problema ocorre somente durante os domingos e feriados, que são os dias em que aquele trecho é interditado. Por isso, somente neste domingo (14 de setembro) será possível avaliar se houve melhoria na fiscalização.

 

Imagem: reprodução de vídeo Youtube (Yuri Ribeiro Sucupira)