Mala foi extraviada em voo da TAM

Jerusa Rodrigues

03 de outubro de 2013 | 19h02

Deixaram a bagagem na portaria faltando vários objetos, diz leitor

Por Jerusa Rodrigues

Reclamação do leitor: Tive uma péssima experiência com a TAM. Ao desembarcar de um voo direto dos EUA nessa companhia, não recebi minha mala. Ela foi entregue no dia seguinte no meu prédio. Detalhe: ela foi largada na portaria e, ao reclamar que sumiram vários bens, ainda disseram que eu deveria ter conferido a bagagem com o funcionário, na hora da entrega. Mas como eu poderia ter conferido a mala em plena segunda-feira, quando estava fora e ela foi deixada na portaria? E em vez de checar os fatos a TAM se coloca como se eu quisesse tirar vantagem da empresa. Não preciso tirar vantagem da TAM, que vai muito mal sozinha mesmo. O fato que é que fui furtado por funcionários na TAM e recebo uma resposta absurda da companhia. Isso que viajei durante 15 dias dentro dos EUA pela American Airlines e nada parecido ocorreu. Marco Antonio Dias / São Paulo

Resposta: A TAM Linhas Aéreas, por meio do Fale com a Gente, serviço de atendimento ao cliente, diz que entrou em contato com o sr. Dias para esclarecer a resposta enviada. A companhia esclarece que, para a liberação da bagagem extraviada, é necessário que a mesma seja repesada, dessa forma o processo só é completado se o peso for igual ao que consta na etiqueta de bagagem. Em situações como essa é de suma importância que a mala seja vistoriada no ato da entrega, pois reclamações posteriores não são passíveis de indenização.

Réplica do leitor: O Fale com o Presidente da TAM está mentindo, pois disseram que pesaram a bagagem e que eu deveria ter conferido a mala na hora da entrega. Mas ela foi extraviada e quando eu a peguei, largada na portaria, estavam faltando vários objetos e foi quando notifiquei a empresa. Enfim, se vale esta resposta mentirosa, cuja falta de respeito com o cliente é total, eles responderam, porém, se a resposta deles tivesse de ter vindo acompanhada da comprovação de verificação, que mostra que não fui eu quem a recebi, eles não responderam. Não me importo com a indenização. O que me deixou perplexo é a falta de caráter desta empresa, que alega que cumpriu seu papel respondendo qualquer coisa ao cliente.

Tendências: