Logística dos Correios é confusa e demorada

Logística dos Correios é confusa e demorada

Luciana Magalhães

24 Setembro 2014 | 17h15

‘Duas encomendas minhas estão há mais de 1 mês paradas em Curitiba’, reclama o leitor

 

 

Reclamação do leitor: Reclamo dos Correios. Tenho duas encomendas paradas em Curitiba, uma desde o dia 12/8 e outra desde o dia 18/8. Considero estes prazos  muito longos. São itens que não vão salvar a vida de ninguém, mas que são importantes para mim. Em uma notícia vinculada na Bandnews, um dos diretores dos Correios  informou que encomendas iniciadas em “R” não recebem um tratamento prioritário. Não tenho opção, pois a  loja envia desta forma e não tenho como intervir. Além disso, as encomendas saem da origem por via aérea e só têm seu recebimento registrado no Brasil, após semanas da data informada pelos Correios. Segundo o próprio site da ECT, o registro de data e hora corresponde ao momento em que o item foi manuseado e não quando ocorreu sua chegada efetiva. Isso mostra que há um grande problema logístico. Marco Antonio Vaiano Jr. / São Paulo

 

Resposta: Os Correios informam que um objeto já foi entregue dia 9/9, portanto dentro do prazo. O outro produto também está dentro do prazo de entrega. Encomendas internacionais com código de rastreamento iniciado pela letra “R” são da modalidade econômica; o frete é muito barato, portanto, o prazo de entrega é de até 60 dias úteis, após a entrada no Brasil. Esse tipo de encomenda tem apenas dois registros de rastreamento: um quando entra no Brasil e o outro somente quando é entregue ao destinatário – a movimentação interna da encomenda não é mostrada no sistema de rastreamento. Esclarecemos que o remetente, ao firmar contrato com os Correios, é informado sobre os valores e modalidades de envio. Mais detalhes podem ser obtidos no Boletim de Proteção do Consumidor, no site dos Correios (http://www.correios.com.br/para-voce/recebimento/copy_of_importacoes).

 

Réplica do leitor: Uma das encomendas eu recebi, mas acredito que o maior problema seja a demoraCompreendo que seja uma forma econômica de envio, mas 60 dias úteis é algo surreal num país como o nosso. A incompetência é toda dos Correios, já que a encomenda sai rapidamente da origem. Já enviei produtos de São Paulo para a o Reino Unido e o item demorou muito para ser enviado. Quando chegou no Reino Unido ele foi entregue rapidamente – e era econômico. De quem é o problema, então?

 

*foto: Gabriela Biló/FUTURA PRESS (23/9/2013)