Lixo e entulho invadem avenida

Lixo e entulho invadem avenida

Jerusa Rodrigues

02 de novembro de 2014 | 11h00

  O entulho depositado fica ali por dias, reclama o leitor


 

 

 

 

 

Reclamação do leitor: Mais um fato relativo à região da Vila Leopoldina, uma das regiões com IPTU mais elevados de São Paulo. As fotos  são da Av. Moffarej, altura do número 270, quase em baixo do viaduto da Mofarrej. Nessa esquina há  entulho e lixo acumulados há semanas. Às vezes a subprefeitura se digna a ir buscar o que está sobre a calçada, mas após alguns dias a situação volta a ser como as fotos demonstram. O que é anda pior é que esse entulho entra pelas galerias (bocas de lobo) entupindo o escoamento de água. Na época das chuvas essa é uma das regiões que alagam de imediato, com água chegando a quase 1 metro de altura sob o viaduto. Trata-se de um descaso no que se refere à omissão da subprefeitura. Antonio M. Figueiredo Neto / São Paulo

 

Resposta: A Subprefeitura Lapa informa que tem conhecimento do problema de entulho na Avenida Moffarej e que se trata de um ponto vicioso de entulho, por isso, a varrição do local é realizada diariamente e o serviço de Cata-bagulho passa na via três vezes por semana para realizar a coleta dos materiais inservíveis descartados pela população. É importante ressaltar que é necessário o apoio da população, para que não depositem materiais inservíveis nas ruas. O descarte irregular de lixo e entulho é crime ambiental, passível de multa de R$ 15 mil, conforme previsto em lei e a denúncia pode ser feita pelo telefone 156 da Prefeitura. O munícipe também poderá levar seus objetos até um dos 77 Ecopontos da capital. Nesses pontos de entrega voluntária, o cidadão pode dispor o material gratuitamente em caçambas reservadas para cada tipo de resíduo. O horário de funcionamento é de segunda a sábado, das 6h às 22h, e domingos e feriados, das 6h às 18h. Os endereços podem ser consultados no site: www.capital.sp.gov.br/portal/.

 

Réplica do leitor: A informação sobre varrição diária e coleta três vezes por semana não procede. Isso não é verdade! Apenas pela análise da foto é possível   constatar que em um dia (prazo entre as supostas coletas que a subprefeitura alega estar fazendo) não seria possível acumular tamanha quantidade de entulho.  O entulho lá depositado fica por dias e, quando é retirado, há novo depósito iniciado. Embaixo do viaduto há descarte também e ainda é usado para abrigar pessoas em condições sub-humanas. Pelo que entendi da “resposta” nada pode ser feito e o que é feito está de acordo com os padrões de qualidade da subprefeitura.

 

fotos: Antonio M. Figueiredo Neto

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: