Leitora reclama de cobrança indevida de plano de saúde da Amil

Operadora afirma ter entrado em contato com a cliente para esclarecimentos

Renata Okumura

14 de julho de 2021 | 05h00

Leitora Nadia Bonduki reclama de ter tido o nome da empresa da qual é dona negativado após cobrança de plano de saúde da Amil. Segundo ela, a operadora de assistência médica enviou boletos após pedido de desligamento.

Foto ilustrativa. Foto: Freeimages

Reclamação de Nadia Bonduki: “Em março de 2020, informei a Amil que não conseguiria mais pagar o plano contratado e pedi meu desligamento. Em março de 2021, recebi uma notificação da Serasa dizendo que minha empresa estava negativada. Qual foi minha surpresa: vi que a Amil havia emitido dois boletos em 2020, após meu aviso, e não me enviou. Entrei em contato várias vezes, mas as atendentes insistem em dizer que eu deveria ter enviado uma carta informando o desligamento. Ninguém me deu informações sobre esta carta. Não me orientaram sobre os procedimentos corretos.”

Resposta da Amil: “A Amil informa que entrou em contato com a Sra. Nadia Bonduki para esclarecimentos e para confirmar que o plano esteve vigente até a data de cancelamento do contrato, em agosto de 2020.”

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia.

Tudo o que sabemos sobre:

Amilclienteboletoplano de saúde

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.