Leitora reclama de cobrança indevida de empresa de telefonia

Claro afirma que está em contato com a consumidora para realizar os ajustes necessários

Renata Okumura

27 de setembro de 2020 | 05h00

Cláudia Brandão da Silva encerrou serviços de sua empresa com a Net no ano passado, no entanto, ela disse que começou a ser cobrada indevidamente pela empresa. Ela disse ainda que a única linha móvel que mantém está com a conexão de internet muito ruim.

Foto: Fábio Motta/ AE

Reclamação de Cláudia Brandão da Silva: “Eu era sócia de uma empresa e no ano passado encerramos as atividades. Depois de alguns meses, entreguei o aparelho da Net e fui informada pelo atendente que eu não devia mais nada. No entanto, neste ano, comecei a ser cobrada de uma conta e para piorar a situação, o meu nome ficou negativado. Eu fui obrigada a pagar a conta para não ficar com o nome sujo, além disso, tenho uma linha móvel da Claro que a internet não funciona desde o dia 23 de fevereiro de 2020.”

Resposta da Claro: “A empresa afirma que está em contato com a consumidora para realizar os ajustes necessários. A Claro continua à disposição por meio de todos os canais de atendimento disponibilizados.”

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

queixaSP ReclamaNET

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: